• REMIXA

Espanha, Inglaterra, Portugal e Turquia: Eli Iwasa volta a Europa 3 anos após sua última tour



Eli Iwasa leva sua pesquisa musical para Europa 3 anos após sua última tour


Confira todos os detalhes da primeira turnê internacional da DJ após a pandemia

Com a reabertura dos eventos no mundo todo, a rotina dos DJs têm voltado gradualmente e o verão europeu este ano promete ser um dos mais efervescentes dos últimos tempos, com labels expressivos retornando com tudo ao velho continente. Expoente da música eletrônica brasileira, Eli Iwasa já vem com a agenda cheia há alguns meses, mas é agora em junho o momento em que faz as malas para sua primeira turnê fora do país desde 2019.

Do dia 18 ao dia 26, a artista tem quatro datas em quatro países diferentes: Espanha, Portugal, Inglaterra e Turquia. Neste sábado, 18, ela toca no segundo dia da celebração dos 10 anos da conceituadíssima gravadora Life and Death, fundada pelo DJ Tennis, com quem nutre ótima relação. Assinada em conjunto com o núcleo catalão ZAMNA, a festa rola no Castell de BEN Viure, em Barcelona, trazendo nomes como Lenna Willikens, Palms Trax, Red Axes, Roman Flügel e o próprio DJ Tennis.

Esta não é a primeira vez que Iwasa é convidada para tocar em uma festa da label — em 2019, tocou em evento que fazia parte da programação do Amsterdam Dance Event, junto de atrações do calibre de 2manydjs, Axel Boman, DJ Seinfeld e Red Axes. Fundada em 2010, a Life and Death não pôde celebrar sua primeira década em 2020 por conta da pandemia, adiando essa comemoração por dois anos.

Já no dia 22, uma quarta-feira, ela faz sua estreia no bar e restaurante português Vago, que fica em Lisboa. Aberto nas noites de quarta a domingo, o espaço sempre conta com trilha sonora assinada por DJs ao vivo, e a brasileira será quem dará o start da programação da próxima semana.

No sábado seguinte, 25, será a vez de outro retorno especial: o famoso clube londrino Egg, que receberá a diva do techno em edição britânica da Warung Tour. A noite em Londres terá ainda a polonesa Klaudia Gawlas, os conterrâneos Albuquerque e Odd Koncept e o residente da casa, o britânico Kyle E.

Eli esteve presente em dois showcases anteriores do Warung Beach Club na Egg: em 2018, ao lado do americano Thugfucker, do britânico Luther Vine e dos colegas Fran Bortolossi e Leo Janeiro; e em 2017, com Leo Janeiro, Gabe e a inglesa Ireen Amnes. Sua primeira vez no clube, entretanto, foi em 2013, em uma festa chamada "Carnaval", produzida pelo núcleo Familia, em que ela foi headliner ao lado de Jennifer Cardini, Madskillz e Mendo.

Por fim, no domingo, 26, encerra a turnê com sua primeira gig em Istambul, na Turquia. A estreia vem em grande pompa, como atração principal da reunião das label parties Generic Music e Label Project, em festa no clube Klein Phönix; o lineup completo ainda não foi revelado.

"Esta é minha primeira tour internacional depois da pandemia, e eu estou muito feliz em poder tocar em eventos que têm um significado muito importante pra mim, como em uma edição da Life and Death e no Egg, assim como estrear em cidades como Istambul e Lisboa. Vou levar muito do que tenho pesquisado, com direito a muitas referências brasileiras", disse a DJ.

Sobre Eli Iwasa

Quando se fala em música eletrônica nacional, Eli Iwasa é logo mencionada, seja por seu pioneirismo ou pelo feito de se manter ativa nesta cena há mais de 20 anos. Além de tocar em importantes eventos como Rock In Rio e Time Warp, Eli é sócia dos clubs Caos e 88 — localizados em Campinas e que ajudaram a moldar o cenário eletrônico do interior paulista —, da Gallerìa 1212, modelo do casting da Ford Models e vocalista no projeto paralelo Bleeping Sauce, ao lado do produtor Marco A.S.

Foi a única jurada brasileira no Amsterdam Dance Event (maior conferência de música eletrônica do mundo, em Amsterdã) ao lado de lendas internacionais como Todd Terry, Dave Clarke e Joseph Capriati, em um concurso de produtores, e tocou na festa da label Life and Death (uma das mais icônicas do Velho Continente). Em 2019, ganhou um episódio na série “Quando Elas Tocam”, do Canal BIS e foi indicada por três anos consecutivos ao prêmio de melhor DJ do ano pelo Women’s Music Event Awards (maior premiação feminina do país).

Durante a pandemia, se reinventou, lançou o Podcast Play, fundou a Galerìa 1212 junto aos sócios e agora roda o Brasil com o projeto inovador Closer, além de ter presença confirmada em 2022 em alguns dos maiores festivais do país, como Rock in Rio, Time Warp e XXXperience.



1 visualização0 comentário